Ajuda ao Citigroup e pacote britânico animam bolsas

As principais bolsas de valores americanas e da Europa tiveram nesta segunda-feira um dia de altas significativas, refletindo a decisão do governo americano de ajudar o Citigroup, um dos maiores bancos do país. O índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, fechou com alta de 4,7%, e a bolsa eletrônica Nasdaq subiu 6,24%.

BBC Brasil |

Em São Paulo, o índice Bovespa fechou com alta de 9,40%.

O governo de Washington anunciou que o Tesouro vai investir US$ 20 bilhões em ações preferenciais do grupo, cujos papéis despencaram 60% desde a semana passada.

Em Frankfurt, o índice Dax registrou ganhos de 10,34% e liderou as valorizações nos principais pregões europeus. Em Paris, a alta no índice Cac foi de 10,09%, enquanto em Londres, o FTSE 100 encerrou o dia com alta de 9,84%.

Na Grã-Bretanha, o anúncio de um pacote de estímulo fiscal no valor de US$ 30 bilhões também animou os investidores.

Obama e petróleo
Tanto na Europa como nos Estados Unidos, as notícias de que a equipe econômica do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, está trabalhando com representantes do Congresso em uma proposta de um segundo pacote de estímulo no país também animou os investidores.

Outro fator recebido positivamente - que afetou mais os mercados em Wall Street, já que as bolsas européias já haviam fechado quando veio a público - foi o anúncio feito por Obama de membros de sua equipe econômica.

O preço do petróleo também registrou alta nesta segunda-feira, seguindo a tendência do mercado em geral, especialmente em Nova York.

Na cidade americana, o petróleo tipo leve para entrega em janeiro chegou a ser negociado a quase US$ 55,50. No início do ano, o preço do barril chegou a cerca de US$ 150.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG