Ajuda a Mianmar não obteve progressos até o momento, afirma comissário europeu

O comissário europeu de Desenvolvimento, Louis Michel, que se encontra em Mianmar, afirmou que não foi autorizado a viajar para a região devastada pelo ciclone antes de sua partida, prevista para esta sexta-feira, e que não obteve progressos imediatos na ajuda aos desabrigados.

AFP |

"Solicitei permissão para ir ao delta (do Irrawaddy, sudoeste), mas ontem (quinta-feira) não a concederam. Ainda espero poder ir hoje", declarou Michel à AFP algumas horas antes do final de sua visita de dois dias.

O comissário europeu viajou para Mianmar para tentar convencer a junta militar a abrir as portas do país às equipes de socorristas estrangeiros que esperam poder levar ajuda aos dois milhões de sobreviventes do ciclone Nargis.

Michel afirmou ter sido informado pelas autoridades birmanesas que seu pedido por novos vistos seriam examinados.

"Dentro de alguns dias, se não obtiver uma resposta concreta a todas estas questões, poderei emitir uma opinião, no momento não posso fazê-lo", declarou o comissário à AFP.

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG