A Airbus afirmou estar disposta a contribuir financeiramente para a busca em uma zona ampliada do Oceano Atlântico as caixas negras do avião A330 que caiu no mar em 1o. de junho passado, segundo o jornal econômico francês La Tribune desta quinta-feira.

"Nós nos comprometemos a apoiar a ampliação das buscas com uma contribuição importante", assegurou o presidente executivo da Airbus, Tom Enders, citado pelo jornal.

"Queremos saber o que exatamente aconteceu", acrescentou, precisando que sua prioridade total é melhorar a segurança do transporte aéreo.

La Tribune diz ainda que a Airbus está disposta a desembolsar entre 12 e 20 milhões de euros, durante pelo menos três meses, para financiar as buscas do Birô de Investigações e Análises (BEA) francês, encarregado da investigação técnica do acidente.

jcc-jmi/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.