Airbus faz recomendações a companhias aéreas após caso da Air France

Paris, 5 jun (EFE).- A Airbus enviou às companhias que utilizam aviões da empresa um documento para lembrar das recomendações que elas devem seguir quando ocorrer um caso de incoerência no registro de velocidades de voo como o que, segundo as investigações iniciais, ocorreu com a aeronave da Air France.

EFE |

Uma porta-voz da Airbus disse à Agência Efe que a ideia é informar as companhias que possuem aparelhos da fabricante europeia das "recomendações aplicáveis" se houver "medidas incoerentes de velocidade".

O documento da Airbus, chamado "Accident Information Telexes" ("AIT") foi enviado em coordenação com o Organismo de Investigação e Análise (BEA), que hoje emitiu um comunicado no qual explicou que a situação pode ter ocorrido com o avião da Air France que desapareceu com 228 pessoas a bordo durante a rota Rio de Janeiro-Paris.

"É uma medida de precaução", afirmou a porta-voz, que lembrou que o BEA tinha constatado a existência de uma zona de turbulências e que as mensagens transmitidas automaticamente pela aeronave indicaram problemas com as medições da velocidade do avião.

O BEA explicou em comunicado que perto da rota prevista do voo 447 havia "células de convenção, características das regiões equatoriais", em referência às inclemências meteorológicas dessa zona sobre o oceano Atlântico.

A partir da análise das mensagens automáticas transmitidas do avião, o organismo constatou que houve uma "incoerência entre as diferentes velocidades medidas" às quais a aeronave voava. EFE jam/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG