Airbus enviou recomendações a seus clientes sobre velocidade de aviões

A Airbus enviou na madrugada de quinta para sexta-feira uma recomendação a todos os seus clientes sobre os procedimentos a serem adotados em caso de incoerências nas velocidades medidas, após o acidente do voo AF447 Rio-Paris, indicou um porta-voz da empresa à AFP.

AFP |

Esta recomendação, chamada no jargão aéreo "telex de informação sobre acidente" (Accident Information Telexes, AIT), foi autorizada pelo Escritório de Investigação e Análise francês (BEA), encarregado da investigação técnica do desaparecimento do A330 da companhia Air France, destacou.

Esta mensagem foi enviada a todos os tipos de aviões fabricados pela Airbus e não apenas para os A330. Estes AIT são clássicos em caso de acidente, são recomendações dirigidas aos pilotos sobre os procedimentos a seguir em determinadas circunstâncias, descritos no manual de referência dos aviões.

Neste AIT, a Airbus confirmou que o A330 enfrentava turbulências extremas, que enviou várias mensagens de falhas ao centro de manutenção da Air France e que havia uma incoerência das velocidades medidas.

Estes são os únicos elementos estabelecidos pela BEA a esta altura da investigação sobre o Airbus da Air France que desapareceu com 228 pessoas a bordo na noite de domingo segunda-feira no Oceano Atlântico.

clp/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG