medida de precaução - Mundo - iG" /

Airbus diz que recomendação para troca de peça é medida de precaução

PARIS - A fabricante aeronáutica Airbus, que em junho teve dois aviões envolvidos em acidentes - um deles no Brasil -, disse nesta sexta-feira que a recomendação para que as companhias aéreas troquem os sensores de velocidade dos modelos da família A330/A340 é uma medida de precaução.

EFE |

Um porta-voz da empresa afirmou que a recomendação não é de cumprimento obrigatório e foi feita após contatos com a Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA, na sigla em inglês).

O conselho para que as companhias de aviação troquem pela marca Goodrich os sensores de velocidade Thales, objeto de polêmica após a queda de uma aeronave em águas brasileiras no começo do mês passado, foi feita ontem.

De acordo com a porta-voz da fabricante aeronáutica, a recomendação, que vale para cerca de 200 dos mil aparelhos A330/A340 em operação no mundo, não antecipa o fim das investigações do acidente no Brasil, que matou todas as 228 pessoas que estavam num voo da Air France entre o Rio de Janeiro e Paris.

A funcionária destacou ainda que os sensores Thales "estão certificados" e que a Airbus acredita que este fabricante de peças apresentará uma solução para as recentes experiências registradas com sensor.

A sugestão de troca não foi estendida à família A320, cujos modelos só têm um corredor, porque não foram identificados indícios de possíveis falhas na peça.

Questionada se o motivo que levou a Airbus a recomendar a troca teria sido a formação de uma camada de gelo sobra o sensor, o que o inutilizaria, a porta-voz respondeu: "Não analisamos todas as causas, mas os incidentes".

Leia mais sobre Airbus

    Leia tudo sobre: airbus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG