Paris, 27 nov (EFE).- A companhia aérea francesa Air France confirmou hoje que 15 membros da tripulação de um de seus aviões estão em um hotel da cidade indiana de Mumbai (ex-Bombaim), cenário nas últimas horas de uma série de atentados, esperando para ser repatriados.

"Esta tripulação, com a qual a Air France está em contato permanente", deveria ter viajado no vôo AF135 que cobre o trajeto entre Mumbai e o aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, previsto para as 2h40 (local), e que foi cancelado por causa dos eventos, diz a companhia aérea.

Em um breve comunicado, a Air France não informa se seus empregados estão retidos pelos autores dos atentados ou se simplesmente estão à espera de abandonar o hotel e viajar de volta a Paris.

A empresa aérea se limitou a dizer que, "por razões evidentes de segurança" e por respeito às famílias, não faria mais comentários sobre a situação.

O Governo de Nicolas Sarkozy confirmou que não há cidadãos franceses entre as vítimas e feridos nos atentados, mas não descartou a possibilidade de que haja, entre os reféns que os terroristas retêm em alguns hotéis da cidade, alguém de seu país.

EFE pi/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.