Ainda existem quase 17.000 desaparecidos das guerras da ex-Iugoslávia

Belgrado, 29 ago (EFE).- O destino de 16.

EFE |

713 pessoas desaparecidas nas guerras da antiga Iugoslávia, na década passada, ainda é desconhecido informou hoje em Belgrado o escritório do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Segundo os dados publicados por causa do dia internacional dos desaparecidos, lembrado em 30 de agosto, após ter-se esclarecido no último ano o destino de cerca de 1.000 pessoas, ainda restam 12.407 nomes nas listas de desaparecidos da Bósnia-Herzegovina, 2.368 da Croácia e 1.938 de Kosovo.

A CICV advertiu sobre sua "profunda preocupação" com a lentidão na solução deste problema e pediu aos países balcânicos para acelerarem o processo para esclarecer os destinos das pessoas registradas nas listas.

"A incerteza sobre o destino dos parentes é uma carga emotiva grande para as famílias dos desaparecidos, que obtêm apoio jurídico e administrativo insuficiente em seus esforços para esclarecer o que aconteceu com eles", diz a CICV. EFE sn/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG