AIEA tem 5 candidatos a suceder ElBaradei na direção-geral

Viena, 26 mai (EFE).- Os cinco candidatos para suceder Mohamed ElBaradei como diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) se apresentaram hoje perante a junta diretiva dessa agência nuclear da ONU.

EFE |

As apresentações marcaram o reinício do processo de seleção, depois que uma primeira eleição fracassou em março passado, quando nenhum dos então dois candidatos teve uma maioria suficiente.

O embaixador japonês perante a AIEA, Yukiya Amano, ficou a um só voto de conseguir os 24 necessários no plenário de 35 países-membros para conseguir o posto de diretor-geral.

O japonês se candidata novamente, da mesma forma que seu adversário em março, o embaixador sul-africano Abdul Samad Minty.

O cargo é considerado especialmente delicado, já que a AIEA supervisiona o cumprimento do regime de não-proliferação, como nos polêmicos casos de Irã e Coreia do Norte.

Perante a falta de consenso, Espanha, Bélgica e Eslovênia apresentaram seus próprios candidatos.

Entre eles se destaca o espanhol Luis Echávarri, responsável da agência nuclear da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), e o ex-ministro de Defesa e Energia da Bélgica, Jean-Pol Poncelet.

O quinto candidato é o esloveno Ernest Petric, ex-embaixador de seu país perante a AIEA.

Para facilitar o processo de seleção, em 9 de junho próximo será elaborada em outra reunião informal da junta uma lista oficial sobre as intenções de voto, com a qual esperam tirar da corrida os menos populares.

Assim se espera reduzir o número de candidatos que se apresentarão em uma votação prevista para depois da próxima reunião formal da junta diretiva, entre 15 e 19 de junho. EFE jk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG