A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) apresentou a seus membros documentos e fotos que indicam que o Irã modificou seu míssil balístico de médio alcance Shahab-3 para carregar uma ogiva nuclear, revelaram diplomatas neste sábado, em Viena.

A informação foi divulgada pelo chefe dos inspetores da AIEA para o Oriente Médio, Herman Naeckerts, antes da reunião do Comitê Executivo da Agência, prevista para 22 de setembro, em Viena, segundo diplomatas que assistiram à apresentação dos documentos, no dia 16 de setembro.

O embaixador americano na AIEA, Gregory Schulte, apresentou fotos e esquemas "muito confiáveis" e disse que foi solicitada ao Irã uma resposta sobre a questão.

O representante iraniano na AIEA, Ali Asghar Soltanieh, qualificou os documentos de "falsos", como no caso dos "supostos estudos" sobre o mesmo tema apresentados pelos serviços de Inteligência ocidentais.

spm/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.