AIEA defende manutenção do diálogo com Irã e Coreia

Por Chris Buckley PEQUIM (Reuters) - O diretor-geral da agência nuclear da ONU, Mohamed El Baradei, disse na segunda-feira que é preciso haver mais conversas e mais confiança para resolver as disputas nucleares com Coreia do Norte e Irã, e pediu a Washington que mantenha o diálogo com ambos os países.

Reuters |

Na semana passada, a Coreia do Norte expulsou do país os monitores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), mas El Baradei manifestou esperança de que Pyongyang os convide de volta rapidamente e evite o confronto. Disse ainda torcer para que o Irã responda às recentes iniciativas amistosas dos EUA abrindo-se a mais inspeções.

"A única forma de resolver essas questões não é exibindo músculos", disse El Baradei durante entrevista coletiva em Pequim, onde participou de uma reunião sobre política energética.

"Estou otimista a respeito do novo ambiente", disse El Baradei a respeito do diálogo proposto por Obama ao Irã e de suas declarações sobre a futura eliminação das armas nuclear.

Ele elogiou o governo norte-americano de Barack Obama por apoiar o diálogo com Teerã e manter em aberto o processo multilateral de negociações com Pyongyang.

A Coreia do Norte recentemente anunciou seu afastamento do diálogo em reação às críticas da ONU ao recente lançamento de um foguete norte-coreano. O regime norte-coreano também decidiu retomar as atividades da sua usina nuclear de Yongbyon, onde havia inspeções da ONU.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG