extremismo religioso a problemas na Ásia - Mundo - iG" /

Aiatolá Khamenei vincula extremismo religioso a problemas na Ásia

Teerã, 10 mar (EFE).- O líder supremo da Revolução Iraniana, o aiatolá Ali Khamenei, afirmou hoje que o extremismo religioso é a causa dos problemas da Ásia Central.

EFE |

Em audiência concedida ao presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, que visita Teerã, o principal responsável do regime teocrático iraniano ressaltou que a entrada de costumes e ideias dos Estados Unidos só consegue multiplicar os problemas locais que já afetam os países.

Além disso, apostou na cooperação entre Islamabad e Teerã como forma de erradicar os conflitos que desestabilizam toda a região.

"O fenômeno dos extremistas religiosos é um assunto que cria problemas na região e no Paquistão", insistiu Khamenei, citado pela agência local "Fars".

Por sua parte, Zardari disse que o Paquistão "se esforçará ao máximo para ampliar as relações com o Irã".

O presidente paquistanês chegou hoje a Teerã para participar nesta quarta-feira da cúpula dos países-membros da Organização de Cooperação Econômica (ECO), que engloba dez países do centro da Ásia. EFE msh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG