Aiatolá iraniano diz que negociação será frutífera em ambiente justo

Teerã, 18 jul (EFE).- O aiatolá Ahmad Khatami disse hoje no sermão oficial da sexta-feira que as conversas entre o Irã e as potências mundiais sobre o programa nuclear iraniano serão frutíferas se ocorrerem em um ambiente justo e de boa vontade.

EFE |

"Desde o início, apoiamos as conversas, que estarão livres de qualquer condição ou ameaça, e achamos que, se as negociações ocorrerem em um ambiente justo e de boa vontade, trarão resultados", disse Khatami hoje no sermão, considerado a voz oficial do regime de Teerã.

O religioso se referia às conversas que acontecerão a partir de amanhã, em Genebra, entre o negociador iraniano Said Jalili e o alto representante para Política Externa e Segurança Comum da União Européia (UE), Javier Solana.

Também estarão presentes representantes do grupo de negociação para o programa nuclear iraniano: os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Reino Unido, França, Rússia e China) e a Alemanha.

A novidade da reunião de Genebra é que pela primeira vez haverá a presença de um responsável dos Estados Unidos, representado pelo subsecretário de Estado americano para Assuntos Políticos, William Burns.

Além disso, o aiatolá advertiu que as conversas podem ser inúteis se acontecerem em meio a ameaças e desculpas, "sob a influência dos sionistas e de certos poderes".

O clérigo, que reiterou que o programa nuclear do Irã tem fins pacíficos, disse que "hoje é completamente evidente que algumas pessoas buscam desculpas para prolongar o máximo possível o caso nuclear" iraniano.

"Depois do assunto nuclear, planejam tratar o tema dos direitos humanos e, depois, certamente irão pelos direitos dos animais", ironizou Khatami.

Além disso, disse que o Irã responderá caso seja atacado e afirmou que os mísseis mostrados durante os exercícios militares da semana passada são "só uma pequena porção do poder defensivo da República Islâmica". EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG