AI expressa preocupação com saúde de preso iemenita em Guantánamo

Londres, 13 mai (EFE).- A Anistia Internacional (AI) expressou hoje sua preocupação com o estado de saúde de um homem iemenita que está detido na prisão americana de Guantánamo e tentou cometer suicídio diversas vezes nos últimos meses.

EFE |

A organização de defesa dos direitos humanos afirmou que Adnan Latif a última tentativa de suicídio ocorreu em 10 de maio, durante a visita de seu advogado. O homem, que sofre de problemas mentais, tentou cortar as veias.

A AI fez um apelo às autoridades americanas para que o preso receba um tratamento médico adequado. Para a entidade, o homem também deveria ser devolvido a seu país de origem, onde tem família e um homem de dez anos. EFE jm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG