AI critica detenção no México de suposto assassino de cinegrafista americano

México, 20 out (EFE) - A Anistia Internacional (AI) e a Comissão Nacional de Direitos Humanos mexicana (CNDH) rejeitaram hoje a investigação da Procuradoria que levou à captura do suposto assassino do cinegrafista americano Bradley Will, morto em choques registrados na cidade de Oaxaca, no sul do país, em 2006.

EFE |

As duas entidades questionaram a versão da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre as circunstâncias da morte do jornalista da agência alternativa de notícias "Indymedia".

Enquanto a investigação oficial afirma que Will recebeu um tiro de curta distância, a perícia da CNDH destaca que o assassino estaria entre 35 e 50 metros afastado do repórter.

"Se o agressor tivesse acionado a arma a dois metros da vítima, como afirma a PGR, não teria sido possível perceber ou identificar lapso algum entre o disparo e o impacto", disse em entrevista o quinto visitante do organismo, Farah Gebara.

Will morreu quando gravava um confronto de rua durante uma manifestação da insurgente Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO), organização que, durante seis meses, pediu a renúncia do governador do estado de Oaxaca, Ulises Ruíz.

Segundo a CNDH, confirma-se que o cinegrafista recebeu dois tiros sucessivos (embora sua camiseta tenha três buracos de bala), procedentes de uma mesma arma, disparada por alguém que se encontrava junto a um caminhão vermelho.

Por sua parte, a AI México manifestou seu temor de que o homem acusado pela PGR como suposto assassino de Will, Juan Manuel Martínez, vinculado à APPO, seja torturado para que confesse o assassinato.

A ONG indicou em comunicado que Martínez não teve acesso a um advogado escolhido por ele nem pôde ver sua família.

Já os pais do cinegrafista afirmaram, este fim semana, que a investigação oficial é "um insulto" e que encobre pessoas ligadas ao Governo de Oaxaca que atiraram em seu filho. EFE jrp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG