Ahmadineyad quer que dirigentes israelenses sejam julgados por crimes em Gaza

O presidente iraniano Mahmud Ahmadineyad pediu nesta sexta-feira, em Doha, que os dirigentes israelense sejam processados pela justiça internacional por crimes contra os palestinos na Faixa de Gaza.

AFP |

Em um discurso na abertura de uma reunião dos países árabes sobre a guerra em Gaza, o presidente iraniano reclamou que sejam "castigados os dirigentes criminosos da entidade sionista" e também pediu aos países árabes islâmicos que "boicotem os produtos da entidade sionista, das sociedades que lidam com esta entidade e rompam as relações com Israel".

Outro oradores, como o presidente sírio Bashar Al Asad e o chefe do Hamas no exílio, Khaled Mechaal, também pediram a ruptura das relações com Israel.

Ao fim dos discursos de abertura, os participantes prosseguiram com suas discussões sobre a situação em Gaza a portas fechada.

tm/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG