Ahmadinejad transmitirá mensagem de Natal aos britânicos

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, deverá transmitir uma mensagem de Natal nesta quinta-feira por um canal de TV britânico. Ele foi a personalidade escolhida pelo Canal 4 para enviar uma mensagem alternativa no dia do Natal à que é transmitida tradicionalmente nas emissoras da Grã-Bretanha pela Rainha Elizabeth 2ª.

BBC Brasil |

"As relações entre o Irã e o Ocidente devem desempenhar um papel central no cenário mundial em 2009", justificou Dorothy Byrne, responsável pelo setor de noticiário e atualidades da emissora.

"Como líder de um dos Estados mais poderosos do Oriente Médio, os pontos de vista do presidente Ahmadinejad têm grande influência", acrescentou.

De acordo com o texto da mensagem divulgado antecipadamente pela emissora, Ahmadinejad deve dizer que a maioria dos problemas do mundo tem origem em líderes que viraram as costas para a religião.

Cristo
No depoimento, o líder do Irã, onde cerca de 95% da população é muçulmana, deve cumprimentar o povo britânico pelo aniversário do nascimento de Jesus Cristo.

Ele deve dizer que os problemas da sociedade têm origem na rejeição da mensagem dos profetas de Deus, inclusive Jesus (para os muçulmanos, Jesus não possui uma natureza divina, sendo apenas mais um profeta).

Ahmadinejad criticará a "indiferença de alguns governos e poderes mundiais" para com os ensinamentos "dos profetas".

O presidente iraniano deve dizer ainda que, se Cristo estivesse hoje na Terra, ele se oporia aos que fomentam a guerra, a invasão, o terrorismo e a intimidação.

A mensagem será transmitida em persa, com legendas em inglês.

A mensagem de Ahmadinejad será transmitida horas depois da enviada por Elizabeth 2ª.

Em anos anteriores, o Canal 4 exibiu entre seus depoimentos alternativos de Natal o de um soldado ferido da guerra do Afeganistão, do reverendo americano Jesse Jackson, de um sobrevivente dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos e de um personagem do desenho animado Os Simpsons.

A tradicional mensagem do monarca britânico à nação começou em 1932, com o rei Jorge 5º, avô de Elizabeth 2ª.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG