Ahmadinejad responsabiliza EUA, Reino Unido e Israel por ataque a mesquita

Teerã, 13 mai (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, responsabilizou hoje os Estados Unidos, Reino Unido e Israel pela explosão, em abril, na cidade iraniana de Shiraz, que deixou 14 mortos e mais de 200 feridos.

EFE |

Em entrevista coletiva em Teerã, Ahmadinejad disse que seu país deteve os autores desse "atentado terrorista, que confessaram estar vinculados aos estrangeiros".

"A entidade sionista (Israel), alguns britânicos e América (EUA) tinham anunciado que querem acabar com alguns responsáveis iranianos. Agora o povo iraniano pode perseguir os que apoiaram os terroristas", disse o governante iraniano, segundo a imprensa local.

Ahmadinejad não especificou o número de pessoas que foram detidas em relação ao ataque, ocorrido em 12 de abril em um edifício vizinho à mesquita xiita em Shiraz, na província de Fars.

No entanto, o porta-voz do Poder Judiciário, Ali Reza Jamshidi, ressaltou hoje que doze pessoas foram detidas e disse que o Irã "tem provas sobre o envolvimento dos EUA e do Reino Unido" no atentado.

Acrescentou que Teerã "estuda apresentar um requerimento aos tribunais locais e internacionais". EFE rh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG