Ahmadinejad nomeia outra mulher para Ministério da Educação

Teerã, 6 set (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, propôs hoje o nome de outra mulher para se tornar ministra da Educação do país, o da deputada Fatemeh Alia, depois que o Parlamento rejeitou a primeira candidata na quinta-feira.

EFE |

De acordo com o deputado Hamid-Reza Haji-Babaei, membro da mesa presidencial da Câmara, Fatemeh é próxima ao presidente.

Além disso, Ahmadinejad propôs o nome de Ali Zabihi para o Ministério de Energia, acrescentou o deputado, citado pela agência oficial de notícias "Irna".

"Fatemeh e Zabihi foram apresentado ao Parlamento como candidatos ao ministério da Educação e de Energia", afirmou Babaei.

O parlamentar afirmou, além disso, que a Assembleia realizará uma sessão especial no dia 15 de setembro, para examinar os candidatos e votar.

Ahmadinejad tem ainda que apresentar um novo nome para o cargo à frente do Ministério de Bem-Estar Social, depois que a Câmara também rejeitou a indicação do nome de Fatameh Arjolu, na quinta-feira. EFE jm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG