Ahmadinejad diz que EUA e Ocidente cometeram erro de cálculo

Teerã, 30 dez (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, insistiu hoje novamente em que os EUA e outros países ocidentais cometeram um erro de cálculo em seus planos e posturas a respeito dos acontecimentos no Irã.

EFE |

"Devem saber que estes eventos não vão afetar de maneira alguma nem as posturas nem a acelerada marcha do desenvolvimento iraniano", disse o líder, ao final do Conselho de Ministros de hoje.

Neste sentido, Ahmadinejad voltou a pedir que o presidente americano, Barack Obama, e outros líderes ocidentais não repitam "os erros" do passado.

"Os responsáveis nos EUA e em alguns outros países ocidentais erraram outra vez em seus projetos e em suas posturas. Digo ao presidente americano e a alguns líderes de outros países que repassem as experiências do passado", disse Ahmadinejad, citado pela agência de notícias local "Isna".

O Irã está há seis meses em meio à pior crise política e social dos últimos 30 anos, fruto da polêmica reeleição, em junho, do próprio Ahmadinejad, que a oposição qualifica de "fraudulenta".

No domingo passado, dia da festa religiosa xiita da Ashura, a oposição voltou a tomar as ruas e enfrentar as forças de segurança, em um dia sangrento no qual pelo menos oito pessoas morreram, segundo números oficiais. EFE msh-jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG