Ahmadinejad desdenha inimigos ao destacar avanços do Irã

Teerã, 8 fev (EFE)- O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, reiterou hoje que, apesar dos esforços e das conspirações, os inimigos da República Islâmica não conseguirão deter o progresso tecnológico e científico do país. Em discurso transmitido ao vivo pela TV estatal, o chefe de Estado iraniano, sem citar nomes, acusou os mesmos adversários de terem matado o cientista nuclear Massoud Ali Mohammadi, vítima de atentado a bomba no mês passado. Vocês não são capazes de impor obstáculos ao desenvolvimento do Irã...

EFE |

Se acham que (com atos como) eliminar Ali Mohammadi conseguirão fechar nosso caminho rumo ao desenvolvimento, estão enganados", ressaltou o presidente a um grupo de jovens iranianos, incentivados por Ahmadinejad a iniciarem uma carreira científica.

A esse respeito, Ahmadinejad destacou que a ciência sem fé é inútil, mas que, "quando estes dois elementos se juntam, ocorrem grandes eventos".

"Apesar de todos os esforços, não conseguiram derrotar a República Islâmica nos últimos 30 anos porque aqui desfrutamos desses dois elementos", ressaltou o chefe de Estado.

Concluído o ato, o presidente se reuniu com os membros da família de Ali Mohammadi, presentes no discurso, e entregou a eles um diploma. EFE msh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG