Ahmadinejad compara protestos da oposição com torcidas de futebol

Teerã, 14 jun (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, minimizou hoje os protestos dos partidários do candidato reformista Mir Hussein Moussavi por causa do resultado das eleições presidenciais de sexta-feira, fazendo comparações com a reação de torcedores de futebol quando seus times perdem.

EFE |

Em entrevista coletiva, Ahmadinejad, que recebeu 64% dos votos, de acordo com a apuração oficial, disse que "isto é como acontece depois de uma partida de futebol; há muita emoção, muitos sentimentos, e há gente que comete infrações".

Por outro lado, Ahmadinejad, recusou a dar uma resposta concreta sobre rumores de uma possível prisão de Mousavi e voltou a fazer comparações com as emoções depois de uma derrota no futebol, embora tenha insistido em que "no Irã a Polícia prende quem comete um erro, seja um ministro ou um cidadão comum".

Centenas de seguidores de Mousavi, alguns dos quais ocuparam cargos de responsabilidade no Governo do ex-presidente do país Mohammad Khatami, foram detidos, disse o dirigente opositor Mohammed Ali Abtahi à Agência Efe.

Os detidos foram acusados de promover os protestos de ontem contra a polêmica reeleição de Ahmadinejad, cuja vitória se concretizou em meio a suspeitas de possível fraude.

Segundo as fontes da oposição iraniana, entre os detidos estão o ex-vice-ministro de Assuntos Exteriores Abdula Ramezamzadeh e o diretor-geral da plataforma reformista "Frente de Participação", Mohsen Mirdamadi, além do irmão do ex-presidente Khatami, Mohammed Reza Khatami. EFE jm-msh/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG