Ahmadinejad acusa EUA de apoiar atentados no Irã

Presidente iraniano citou como exemplo duplo ataque suicida ocorrido na quinta-feira no Sudeste do país

AFP |

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, acusou neste domingo as forças americanas, presentes no Afeganistão e no Paquistão, de fomentar atentados como o duplo ataque suicida ocorrido na quinta-feira no sudeste do Irã, segundo a agência de notícias Irna.

"Se ( o presidente americano, Barack ) Obama, não está a par do que fazem as forças de seu país, dizemos a ele que as forças americanas baseadas em Afeganistão e Paquistão apoiam semelhantes atos", disse Ahmadinejad, durante uma reunião governamental sobre os atentados que atingiram a cidade de Zahedan na quinta-feira.

Ahmadinejad afirmou que as forças americanas e da Otan financiam as ações dos "terroristas" e lhes fornecem material para lançar esses ataques contra o Irã, segundo a Irna. "Apesar desse apoio, o presidente americano enviou uma mensagem de pêsames" após o atentado de quinta-feira, completou.

O presidente conservador afirmou também que Islamabad era "responsável" por tais atos. "Somos amigos do Paquistão e estamos do seu lado, mas em todo caso, o governo desse país deve ser considerado responsável", completou.

Dois suicidas mataram ao menos 28 pessoas e deixaram centenas de feridos, segundo um último balanço, ao se explodirem perto de uma mesquita xiita em Zahedan, capital da província de Sistão-Baluchistão.

    Leia tudo sobre: irãahmadinejad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG