Água de rio represado por terremoto sobe e ameaça mais de 2.000 na China

Pequim, 17 mai (EFE).- Os especialistas e militares que participam dos trabalhos de resgate na localidade chinesa de Qingchuan decidiram evacuar mais de 2.

EFE |

000 pessoas - 46 delas gravemente feridas -, devido aos riscos de transbordamento de um lago formado pela água represada do rio Qingzhu, perto de Hongguang.

Segundo a agência de notícias "Xinhua", cerca de 10 milhões de metros cúbicos de água se acumularam devido aos deslizamentos de terra provocados pelo forte terremoto de segunda-feira, que impediram o escoamento do rio.

Especialistas destacaram que a contínua queda de rochas no curso d'água faz seu nível subir ainda mais.

"Caso (o nível da água) suba dois ou três metros, o lago transbordará e colocará em risco a vida de aproximadamente 2.000 pessoas que vivem refugiadas em suas margens desde o terremoto", disseram os peritos à "Xinhua".

Na vizinha de Qianjin, a água chegou às ruas locais, razão pela qual as equipes de resgate já começaram a evacuar a região de Qingchuan e agora cogitam derrubar uma barragem para desviar a água.

No distrito de Beichuan, onde estão instalados os militares que participam das operações de resgate na região, oficiais disseram que, por causa do possível transbordamento, 46 feridos em estão grave serão evacuados assim que possível.

Em Chaping, no mesmo distrito, a população deixou suas casas e se deslocou para a lugares mais elevados em busca de abrigo. EFE pc/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG