Agressor de cartunista dinamarquês é indiciado por tentativas de homicídios

O somali de 28 anos que tentou matar Kurt Westegaard, o autor de uma das polêmicas caricaturas de Maomé, foi indiciado neste sábado pela justiça dinamarquesa por duas tentativas de homicídios, sobre o cartunista e um policial, informou a agência dinamarquesa Ritzau.

AFP |

O agressor, baleado duas vezes pela polícia dinamarquesa pouco depois de ter invadido a casa de Westergaard com um machado e uma faca, chegou de maca ao tribunal de Aarhus para ser indiciado formalmente por um juiz.

Ele passou por uma cirurgia ontem à noite no hospital.

O somali foi colocado em detenção provisória por pelo menos quatro semanas, e passará os 14 primeiros dias no isolamento, destacou a Ritzau.

O homem, que segundo os serviços de inteligência da polícia dinamarquesa é próximo dos islamitas somalis de Al-Shebab e de responsáveis da Al-Qaeda no leste da África, se recusou a falar no tribunal, segundo a agência.

map/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG