covarde - Mundo - iG" /

Agressor de Berlusconi pede desculpas e qualifica sua atuação de covarde

Roma, 14 dez (EFE).- Massimo Tartaglia, o homem que agrediu o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, em um comício no domingo em Milão, pediu desculpas hoje ao líder por meio de uma carta e expressou seu mal-estar por ter cometido um ato superficial, covarde e irreflexivo.

EFE |

Além disso, Tartaglia manifestou "seu sentido desgosto" e afirmou que não se reconhece na agressão, informaram seus advogados, Daniela Insalaco e Gian Marco Rubino, em um comunicado.

Tartaglia, de 42 anos e que há dez se encontra sob tratamento psiquiátrico, atirou uma estatueta de metal ontem contra Berlusconi, que quebrou seu nariz e dois de seus dentes.

Os advogados de Tartaglia afirmaram que, durante um interrogatório, o italiano admitiu sua própria responsabilidade, assegurou que atuou sozinho e excluiu qualquer afiliação política.

Além disso, os advogados explicaram que os psiquiatras da prisão San Vittore, em Milão, para onde Tartaglia foi enviado após o ataque, realizaram uma série de testes para estabelecer suas condições de saúde. EFE ebp/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG