Agressor de Berlusconi é transferido para hospital psiquiátrico

Roma, 19 jan (EFE).- O homem que lançou uma maquete em miniatura da catedral de Milão contra o rosto do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, foi internado hoje no departamento de psiquiatria de um hospital milanês, afirmaram fontes da instituição de saúde.

EFE |

Massimo Tartaglia, de 42 anos, estava detido na prisão de San Vittorio desde 13 de dezembro por agredir Berlusconi durante um comício na Praça do Duomo de Milão.

A juíza Cristina Di Censo autorizou a mudança de Tartaglia da prisão ao departamento psiquiátrico do hospital San Carlo com base nos relatórios dos psiquiatras que atenderam o agressor.

Hoje, o primeiro-ministro, que se transferiu à cidade de L'Aquila, devastada por um terremoto em 6 de abril, mostrou as suas cicatrizes e disse: "me falta um dente, mas tenho outros 35", em referência ao forte golpe recebido no rosto que obrigou a ficar em repouso.

Berlusconi sofreu uma lesão interna e externa no lábio superior, além de quebrar dois dentes e sofrer uma fratura no nariz. EFE cps/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG