Agressão de Podolski a Ballack passa para Justiça alemã

Berlim, 7 abr (EFE).- A agressão do alemão Lukas Podolski contra o capitão da seleção de futebol da Alemanha, Michael Ballack, na partida contra o País de Gales, passou a ser assunto da Justiça alemã.

EFE |

A Procuradoria de Colônia abriu sumário, diante da demanda apresentada por uma pessoa que não teve a identidade revelada, por agressão física contra o capitão da seleção alemã.

Com isso, abre-se um novo capítulo desse episódio, que os próprios interessados e o técnico da Alemanha, Joachim Löw, tentaram superar rapidamente, ao ressaltar a desculpa apresentada depois por Podolski.

O incidente ocorreu em 1º de abril, na partida das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2010 entre Alemanha e País de Gales, que teve a vitória do primeiro por 2 a 0.

A "jogada" mais destacada, e mais repetidamente reproduzida pela imprensa alemã, foi o tapa no rosto dado por Podolski no capitão, diante da suspresa do próprio Ballack e do resto da equipe.

Ballack tinha chamado a atenção de Podolski para que este se movimentasse, e então o segundo reagiu com um tapa. O incidente continuou com empurrões entre os dois jogadores, até que os outros companheiros fossem separá-los.

Podolski se desculpou, pagou 5 mil euros que serão destinados a campanhas de fair play e o assunto foi dado deu por encerrado.

Caso o processo na Justiça alemã vá à frente, apresentado em Colônia por ser o local de residência do agressor, o assunto do tapa não poderá ser enterrado tão rapidamente, como a equipe queria. EFE gc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG