Agente de aeroporto é suspenso após falha que gerou caos em N.Jersey

Nova York, 6 jan (EFE).- A Administração para a Segurança no Transporte dos Estados Unidos (TSA) assumiu hoje a responsabilidade pelo caos gerado no domingo passado no aeroporto de Newark (Nova Jersey) e suspendeu o agente responsável por um dos controles de passageiros.

EFE |

O acesso de uma pessoa há três dias à zona de embarque sem passar pelos arcos de segurança levou a TSA a ordenar o fechamento durante horas de um terminal do aeroporto de Newark, próximo a Nova York.

Além disso, foi necessário submeter novamente a revisão milhares de passageiros, já que não se tinha detalhes de como ou quem era a pessoa que tinha burlado os controles.

O incidente forçou o atraso na saída de centenas de voos em um dos dias de maior tráfego aéreo do ano, no domingo seguinte à virada de 2009 para 2010.

"A evacuação do Terminal C e os novos controles de todos os passageiros eram necessários, dado que um indivíduo tinha violado os controles de acesso e entrou na zona segura", defendeu hoje a TSA em comunicado.

A TSA explicou ainda que iniciou uma investigação sobre o incidente e os planos locais de resposta, além de ter pedido aos responsáveis federais de segurança no transporte que revisem e ponham em prática esses programas.

Quanto aos trabalhadores envolvidos, a entidade explicou que "imediatamente depois do incidente o oficial de guarda na linha de saída foi retirado do controle de passageiros e, na terça-feira, se decidiu suspendê-lo de suas funções".

No aeroporto de Newark, a TSA foi acusada de não ter informado com rapidez sobre o incidente, que afetou especialmente os voos da Continental, companhia aérea que controla a maior parte do terminal afetado. EFE mgl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG