Inspetor disparou contra seu superior, após ser repreendido por chegar bêbado ao trabalho

Um chefe da Polícia morreu no norte das Filipinas após ser alvejado por outro agente, que chegara bêbado ao trabalho, informaram fontes policiais neste domingo.

O caso ocorreu em Talavera, na província de Nueva Écija, quando o inspetor Bernardo Castro disparou várias vezes contra seu superior, o superintendente Ricardo Dayag, que o havia repreendido por chegar bêbado ao trabalho e disparar para o ar por ocasião do Ano Novo.

Apesar de estar proibida, a prática de atirar para o ar nas celebrações de Ano Novo ainda é comum nas Filipinas. Durante as festas pela chegada de 2011, as balas perdidas deixaram pelo menos dois mortos e 20 feridos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.