Agência prevê temporada mais intensa de furacões em 2010

NOVA YORK (Reuters) - A agência privada de meteorologia WSI previu nesta terça-feira uma temporada mais intensa de furacões no oceano Atlântico neste ano em relação a 2009, já que os padrões do fenômeno El Niño devem diminuir. A WSI prevê para este ano 13 tempestades com nome, sete furacões e três furacões intensos de categoria 3 ou superior.

Reuters |

É mais provável que os números sofram ajustes para cima na medida em que a temporada se aproxima, disse Tood Crawford, meteorologista da WSI.

A temporada de furacões do Atlântico vai de 1o de junho a 30 de novembro.

O sudeste dos Estados Unidos terá um aumento do risco de aterrissagem de furacões nesta temporada, segundo a WSI, com Georgia, Carolina do Norte e Carolina do Sul como os principais Estados onde os furacões poderão chegar.

O ano passado teve a temporada mais tranquila desde 1997 devido a um evento do El Niño e águas tropicais do Atlântico relativamente frias, mas os eventos do El Niño tendem a ser seguidos por uma temporada mais ativa, indicou a WSI.

Os números da previsão de 2010 estão acima do nível médio de longo prazo de 1950-2009 de 10 tempestades com nome, seis furacões e três furacões intensos.

Contudo, a previsão ficou abaixo da média dos últimos 15 anos, de 14 tempestades com nome, oito furacões e quatro furacões intensos.

(Reportagem de Rebekah Kebede)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG