A agência Anncol, que divulga habitualmente informação da guerrilha das Farc, anunciou neste sábado na internet que não há confirmação formal da morte do líder histórico desse grupo, Manuel Marulanda Vélez Tirofijo, como informou o governo.

"Até agora, o Secretariado Nacional (cúpula) das Farc não emitiu nenhum comunicado. Esta é a única fonte verdadeira", diz o texto.

Segundo o ministério de Defesa colombiano, Marulanda "morreu no dia 26 de março passado às 6H30m da tarde devido, provavelmente, a um enfarte.

hov/fj/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.