Agência europeia elogia colaboração com Nasa em missão em Marte

Barcelona, 10 jun (EFE).- O diretor-geral da Agência Espacial Europeia (ESA), Jean-Jacques Dordain, assegurou hoje que há uma sintonia muito boa com a Nasa (agência espacial americana) na missão Exomarte, que ficará encarregada de explorar o planeta vermelho em 2016.

EFE |

Dordain, que assistiu hoje em Barcelona (nordeste) a uma reunião do Conselho da ESA, assegurou que a missão foi o centro do debate, já que busca a cooperação internacional necessária, e que foram feitos "progressos importantes".

Neste sentido, afirmou que existem alicerces sólidos para desenvolver a missão, na qual a ESA se ocupará da aterrissagem, dos movimentos por superfície e da perfuração em Marte, enquanto a Nasa se encarregará do lançamento e da circulação em órbita ao redor do planeta.

"É um bom acordo, porque é uma tarefa compartilhada", afirmou Dordain, que confia em que a missão manterá o ritmo com o dinheiro alocado até agora, entre 850 e 870 milhões de euros de um projeto global de 1,3 bilhão de euros.

Quanto à Estação Espacial Internacional (ISS), ele falou sobre a nova tripulação de seis astronautas de cinco nacionalidades, que representará um aumento da atividade científica.

Além disso, avançou que a estação está se preparando para uma fase posterior à ISS que significará um primeiro passo antes de dar o salto a uma possível estação lunar.

Em outra ordem de coisas, Jean-Jacques Dordain também se referiu ao calendário do novo sistema de navegação por satélite Galileu, para o qual foram alocados 3,4 bilhões de euros para seu desenvolvimento.

Ele explicou que os primeiros quatro satélites da constelação Galileu estarão em órbita em 2010, aos quais se acrescentarão outros em 2012, mas não quis se comprometer a que toda a constelação funcione um ano mais tarde.

No entanto, o objetivo final é que esteja operacional em 2014.

EFE saf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG