Agência Espacial Européia lançará cinco satélites em 2009

Paris, 14 jan (EFE).- A Agência Espacial Européia (ESA, na sigla em inglês) prepara-se para um ano cheio e importante, em que lançará ao espaço três satélites de observação da Terra e dois satélites científicos, informou hoje a organização.

EFE |

Este será o ano de pôr em órbita o Explorador da Gravidade e a Circulação dos Oceanos (GOZO), um satélite que medirá a gravidade terrestre e poderá prever terremotos com uma resolução que lhe permite detectar "um floco de neve em 1 milhão de toneladas de óleo", explicou a agência em entrevista coletiva hoje em Paris.

Também se lançarão ao espaço o SMOS, dedicado a medir a salinidade do oceano e a umidade do solo -essencial para os sistemas que simulam a evolução do clima- e o CryoSat 2, cuja missão consistirá em observar a criosfera -parte da crosta terrestre na qual se forma o gelo.

Viajarão ao espaço exterior ainda os satélites científicos Herschel -para estudar a formação de estrelas e galáxias- e Planck -que analisará os campos de radiação cósmica.

Em 2009 ainda será lançado pela primeira vez o foguete russo Soyouz da base de Kuru, na Guiana francesa, acontecimento que o diretor-geral da ESA, Jean-Jacques Dordain, chamou de "histórico".

Além disso, no final deste ano ou no início de 2010, o lançador europeu VEGA, de 30 metros de altura e peso na decolagem de aproximadamente 137 Toneladas, fará seu primeiro vôo ao espaço.

Com o aparelho, a ESA pretende pôr em órbita pequenos satélites de maneira mais rentável que os lançadores Ariane 5, concebido para grandes satélites, e o Soyouz, destinado a satélites médios. EFE jaf/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG