Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Agência de refugiados da ONU diz que ajuda humanitária está retida na fronteira

A agência de refugiados das Nações Unidas alertou nesta quarta-feira que 22 toneladas de ajuda humanitária estão na fronteira birmanesa, esperando a liberação das autoridades militares para entrar no país.

AFP |

"Estamos trabalhando de forma muito próxima com as autoridades de Mianmar para conseguir a liberação da ajuda humanitária, que veio por uma estrada da Tailândia", disse Janet Lim, diretora do escritório do Pacífico Asiático do Alto Comissariado para Refugiados da ONU (UNHCR).

"Esperamos agora pela confirmação de quando exatamente os caminhões carregados de ajuda poderão cruzar a fronteira. Levará ainda algum tempo até que eles cheguem a Yangun, mas andaremos o mais rápido possível", afirmou.

"Também estamos estudando mandar mais materiais para a construção de abrigos de emergência para Yangun, principalmente rolos de lona e plástico, que viriam via aérea de Dubai", acrescentou Lim.

O UNHCR explicou que, embora não costume se envolver em casos de desastres naturais, decidiu ajudar as vítimas do ciclone em Mianmar devido ao tamanho da devastação, às necessidades urgentes dos sobreviventes e à propícia proximidade de seus armazéns de mantimentos de Mianmar.

"Temos cerca de 70 funcionários no país, e a maioria trabalha em áreas que não foram afetadas pelo ciclone. Alguns deles estão sendo remanejados para ajudar as vítimas", disse Lim.

O UNHCR informou que seu escritório em Yangun também já adquiriu e distribuiu 50.000 dólares em rolos de plástico e comida enlatada para as vítimas do ciclone.

A Junta Militar que governa o país está impedindo que agências estrangeiras de ajuda humanitária entrem no país.

wtf/ap/sd

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG