Agência da ONU suspende operações em Gaza após morte de motorista

Jerusalém, 8 jan (EFE).- A agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA) suspendeu suas operações em Gaza após a morte de um motorista hoje durante um ataque do Exército israelense.

EFE |

"Não podemos continuar operando desta maneira. O que pedimos ao Exército israelense é que deixasse nossos agentes humanitários trabalhar", explicou à Agência Efe o porta-voz da UNRWA, Francesc Claret.

O porta-voz da agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA), Francesc Claret, disse à Efe que o incidente ocorreu por volta das 9h (locais) nas proximidades da estrada de Jabalya, quando vários caminhões, contratados por uma empresa local, foram atacados por tanques israelenses.

"Um dos motoristas morreu, duas pessoas ficaram consideravelmente feridas e outras várias tiveram ferimentos mais leves", disse Claret.

O porta-voz assinalou que a UNRWA "tinha coordenado com o Exército a entrada de caminhões" e indicou a rota que eles seguiriam.

Este é o terceiro ataque das forças israelenses contra alvos das Nações Unidas. Nos últimos dois dias, duas escolas da UNRWA foram bombardeadas em Gaza, deixando mais de 40 mortos.

A UNRWA exige que haja "uma investigação imparcial e independente sobre como ocorreram estes ataques, e os responsáveis por eles devem prestar conta de seus atos", declarou Claret. EFE aca/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG