Africanos protestam no sul da China após morte de nigeriano

Quase 100 africanos protestaram diante de uma delegacia em Cantão (sul da China), depois da morte de um nigeriano que saltou pela janela para escapar de um controle policial, informa a imprensa.

AFP |

Os manifestantes colocaram o corpo da vítima diante da delegacia da capital da província de Guangdong e pediram justiça, afirma o jornal China Daily.

Eles bloquearam a entrada da delegacia e o tráfego no bairro durante várias horas.

O jornal South China Morning Post de Hong Kong afirma que a víctima, Emmanul Egisimba, um comerciante têxtil, era nigeriano. Seis testemunhas confirmaram que o homem morreu ao saltar pela janela para escapar de um controle policial.

Cantão tem uma importante comunidade africana, essencialmente comerciantes que compram produtos manufaturados a preços reduzidos.

gq-pt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG