África do Sul usará imagens térmicas para localizar afetados por gripe suína

Johannesburgo, 29 abr (EFE).- A Companhia de Aeroportos da África do Sul (ACSA, em inglês) anunciou hoje que instalará equipamentos, em princípio destinados a detectar traficantes de drogas, para medir a temperatura de passageiros procedentes de países onde há casos de gripe suína, informou a rádio oficial SABC.

EFE |

Os equipamentos de geração de imagens térmicas da ACSA serão utilizados para localizar passageiros com temperaturas "incomuns" os quais podem ser portadores da doença, disse o diretor de operações da empresa, Bongani Maseko.

Apesar de os aparatos terem sido adquiridos com outro fim, Maseko disse que "seguramente poderão ajudar a localizar pessoas com essa doença".

A África do Sul ainda não registrou nenhum caso suspeito de gripe suína.

Os equipamentos podem detectar mudanças de temperatura que indiquem nervosismo ou ansiedade. A ACSA os comprou após várias detenções recentes de pessoas acusadas de tráfico de drogas nos aeroportos sul-africanos, entre eles funcionários da companhia aérea nacional SAA. EFE cho-rb/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG