O presidente sul-africano, Kgalema Motlanthe, respaldou nesta quinta-feira o antecessor Thabo Mbeki como mediador no conflito do Zimbábue.

"Nosso governo tem total confiança na habilidade de Mbeki para consolidar os êxitos já obtidos sob sua mediação nas negociações de divisão do poder no Zimbábue", afirma Motlanthe em um comunicado.

"Portanto seguiremos proporcionando nosso total respaldo como mediador", acrescentou.

Motlanthe succedeu na semana passada Mbeki, que foi obrigado a renunciar quando havia alcançado um acordo no Zimbábue entre o presidente Robert Mugabe e o líder da oposição Morgan Tsvangirai sobre um governo de unidade nacional que poderia acabar com a crise neste país.

No entanto, o acordo foi colocado em dúvida porque as duas partes não chegaram a um acordo sobre distribuição dos principais ministérios, em particular os da Defesa, Interior, Segurança e Finanças.

jg/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.