África do Sul considera intervenção militar desnecessária no Zimbábue

Uma intervenção militar não é necessária no Zimbábue, afirmou em Pretória o vice-ministro sul-africano das Relações Exteriores, Aziz Pahad, no momento em que começava em Mbabane (Suazilândia) uma reunião da comissão de segurança da África Austral.

AFP |

"Não pensamos que uma intervenção militar seja necessária no Zimbábue", declarou Pahad.

"Isto não seria realista, não seria possível", acrescentou.

A pressão aumentou nos últimos dias sobre o regime do presidente zimbabuano Robert Mugabe, que está decidido a celebrar na próxima sexta-feira o segundo turno da eleição presidencial, apesar do líder opositor Morgan Tsvangirai ter retirado a candidatura, após denunciar uma onda de violência contra seus partidários.

jj-ip/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG