O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, fez um apelo neste sábado à ONU para que retire de sua lista negra os chefes dos talibãs que não têm envolvimento com a rede terrorista Al Qaeda, como um primeiro passo para um futuro diálogo de paz.

"Enquanto falamos de um processo de paz com os talibãs, também temos que pensar em criar um ambiente adequado para um processo deste tipo", declarou Karzai à imprensa, pouco depois de ter elogiado a nova estratégia dos Estados Unidos para combater o terrorismo no Afeganistão.

"Um ambiente adequado significa primeiro examinar a lista nas mãos das Nações Unidas e retirar dela os nomes daqueles que não fazem parte nem da Al Qaeda nem de outras redes terroristas", argumentou o presidente. "Esses nomes devem ser retirados da lista", insistiu, sem, no entanto, citar exemplos.

A lista negra da ONU, divulgada no site da organização, inclui os nomes de 142 pessoas ligadas aos talibãs e de outras 254 relacionadas à Al Qaeda.

sak/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.