Afegãos protestam contra tropas estrangeiras; 6 ficam feridos

GHAZNI, Afeganistão (Reuters) - Seis pessoas ficaram feridas quando a polícia afegã abriu fogo contra manifestantes que diziam que as tropas norte-americanas desrespeitaram o Corão durante uma operação numa mesquita. O incidente aconteceu no vilarejo de Deh Khodaidad, em Ghazni, a sudoeste da capital afegã, Cabul.

Reuters |

A polícia disse que uma equipe do governo foi nomeada para investigar as acusações de que grupos estrangeiros invadiram a mesquita, cercaram os fiéis e rasgaram cópias do Corão, na noite de quinta-feira.

Um porta-voz do Exército dos Estados Unidos disse que ficou sabendo de um "protesto pacífico". A polícia afegã disse que quaisquer ferimentos foram causados por "sabotadores" no meio da multidão.

O Afeganistão teve uma série de protestos nacionais nos últimos anos, devido a relatos de insultos ao Islã.

Mais de 74 mil soldados estrangeiros operam sob o comando da Otan e dos EUA, combatendo o Taliban, que tem o apoio da Al Qaeda.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG