Afegãos protestam contra os EUA por mortes de civis

Por Mohammad Rafiq MEHTAR LAM, Afeganistão (Reuters) - Milhares de afegãos protestaram contra o presidente Hamid Karzai e os Estados Unidos no domingo devido às notícias de novas mortes civis causadas por tropas lideradas pelos norte-americanos durante um ataque contra militantes do Taliban.

Reuters |

A questão de mortes de civis é algo delicado no Afeganistão e tem desgastado o apoio público ao governo de Karzai e às tropas estrangeiras que o apoiam.

O problema também desencadeou um desentendimento entre Karzai e seus aliados do Ocidente mais de sete anos depois que forças afegãs e lideradas pelos EUA derrubaram o governo do Taliban.

A operação que causou a mais recente controvérsia aconteceu nesta semana, na província de Laghman. O Exército dos EUA disse no sábado que tropas, com apoio aéreo, mataram 15 militantes em uma operação durante a noite.

Assadullah Wafa, conselheiro de Karzai que investiga as mortes, afirmou no domingo que "16 civis, muitos deles crianças e mulheres foram mortos" na operação.

"Nós condenamos fortemente isso e queremos que acabe (as mortes de civis)", disse ele a repórteres em Mehtar Lam, capital da província de Laghman, onde aconteceram os protestos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG