O afegão Najibullah Zazi se declarou inocente nesta terça-feira de conspiração com a rede Al-Qaeda para utilizar armas de destruição em massa nos Estados Unidos.

A alegação de inocência de Zazi, 24 anos, foi apresentada por seus advogados em um tribunal federal de Brooklyn.

Zazi viveu 10 anos em Nova York antes de se mudar para Denver (Colorado), onde era motorista do serviços de ônibus do aeroporto local.

Os promotores o acusam de ter recebido treinamento da Al-Qaeda no Paquistão e de ter comprado material para fabricar uma bomba que supostamente iria detonar em Nova York, por ocasião do oitavo aniversário dos atentados de 11/9.

sms/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.