Afeganistão investiga envenenamento de 90 meninas com gás

As autoridades do Afeganistão estão investigando a possibilidade de que cerca de 90 meninas que estudam em uma escola do país tenham sido envenenadas deliberadamente com gás. As garotas apresentaram dor de cabeça, crises de vômito e tontura após uma forte fumaça envolveu a escola na província de Kapisa, ao norte da capital afegã, Cabul.

BBC Brasil |

Segundo a polícia, nenhuma delas corre risco de morrer.

Os militares dos Estados Unidos que atuam no Afeganistão não sabem dizer que tipo de gás as envenenou.

Casos parecidos
Este foi o terceiro incidente do gênero envolvendo estudantes afegãs nos últimos meses.

Na segunda-feira, cerca de sessenta meninas estudantes foram tratadas com sintomas de envenenamento numa província vizinha. Em 26 de abril, ocorreu um episódio semelhante.

No ano passado, aumentaram os ataques contra escolas que aceitam meninas no Afeganistão.

Eles costumam ocorrer no sul e leste do país, áreas onde a insurgência do Talebã vem ganhando terreno.

Na província de Candahar, considerada berço do Talebã, um grupo de meninas teve ácido atirado em seus rostos no ano passado.

A presença de meninas foi proibida em escolas durante o governo do Talebã no Afeganistão, entre 1996 e 2001.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG