Afeganistão: 97 civis mortos em ataques aéreos somente em maio

Desde o início de maio, 97 civis morreram em bombardeios americanos na província de Farah, oeste do Afeganistão, anunciou nesta terça-feira a Comissão Independente de Direitos Humanos (AIHCR, na sigla em inglês).

AFP |

"A AIHCR considerou que 97 pessoas morreram nos ataques aéreos (...) Os relatórios disponíveis sugerem que 21 vítimas eram mulheres e 65 eram crianças, entre elas 31 meninas e 34 meninos", explicou um comunicado da Comissão.

"Testemunhos e outras fontes indicam que as outras 11 vítimas, homens adultos também são civis", acrescentou a Comissão que questionou as investigações do governo afegão e dos americanos.

Este resultado difere das duas investigações publicadas até agora, uma do governo afegão e outra do exército americano.

A investigação do governo, ordenada pelo presidente afegão Hamid Karzai concluiu que 140 civis morreram nos ataques aéreos realizados em 4 e 5 de maio no distrito de Bala Buluk, na província de Farah, em um dos mais sangrentos episódios desde a invasão de Afeganistão, em 2001, por uma coalizão liderada pelos Estados Unidos.

O Exército americano informou que entre 20 e 30 civis e entre 60 e 65 talibãs morreram nos ataques,

A Comissão acrescentou que o governo afegão e o Exército americano ainda devem publicar relatórios detalhados de suas descobertas neste caso.

wm-mba/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG