Afeganistão: 28 mortos, sendo 22 rebeldes

A violência diária no Afeganistão causou a morte de 28 pessoas nesta quarta-feira, sendo 22 rebeldes mortos pelas forças governamentais, um policial, um governador de província e os três filhos, além de um civil.

AFP |

Na província de Paktika, sudeste do país, o governo do distrito de Omna, Mohamad Nader, e os três filhos morreram em uma emboscada executada por combatentes islamitas perto da fronteira com o Paquistão.

O Exército Nacional Afegão (ANA) e as tropas da Otan no país anunciaram a morte de 15 insurgentes na província de Paktya (leste).

Além disso, um foguete caiu em um campo de trigo perto da cidade de Asadadad, na província de Kunar, matou um civil e feriu oito pessoas.

Mais cedo, confrontos na província de Logar, ao sul de Cabul, terminaram com a morte de quatro rebeldes e a prisão de outros cinco.

Finalmente, na província de Nangarhar (leste), também na fronteira com o Paquistão, um grupo de policiais foi atacado por talibãs e o confronto posterior terminou com as mortes de um policial e três insurgentes.

bur-mba/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG