Aeroportos fechados na província argentina afetada por chuva de cinzas

Dois aeroportos prosseguiam fechados neste sábado na província argentina de Chubut (sul), limítrofe com o Chile devido à pouca visibilidade provocada por uma chuva de cinzas causada pela erupção do vulcão chileno Chaitén, disse à imprensa o governador Mario das Neves.

AFP |

Segundo ele, "os aeroportos de Comodoro Rivadavia (1.800 km a sudoeste de Buenos Aires) e Esquel (2.000 km a sudoeste) prosseguem fechados por falta de visibilidade".

As autoridades locais lançaram um alerta sanitário, suspendendo aulas, fechando aeroportos e estradas, e distribuindo água potável em algumas localidades.

Esquel, uma comunidade de 32.000 habitantes que fica a 100 km do vulcão, foi uma das mais afetadas pelas cinzas que cobriram ruas, casas e veículos com um pó fino branco.

lt/elg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG