Aeroporto na Cracóvia fecha pela nuvem de cinza e ameaça funeral Kaczynski

Varsóvia, 16 abr (EFE).- O aeroporto na Cracóvia, onde devem chegar aos autoridades que vão assistir ao funeral de Lech Kaczynski, foi fechado hoje por causa da nuvem de cinzas vulcânicas.

EFE |

Líderes de todo o mundo, incluindo o presidente americano, Barack Obama, anunciaram que irão à Cracóvia no domingo para assistir ao enterro do casal Kaczynski.

Ao todo, 70 delegações e mais de 80 aviões são esperados nesta cidade polonesa durante o fim de semana, se as condições meteorológicas e a evolução da nuvem de cinzas assim permitir.

O porta-voz presidencial, Jacek Sasin, anunciou que "por enquanto", não há mudanças previstas no funeral de Kaczynski no próximo domingo, embora reconheça que "a situação extrema" poderia obrigar a alteração dos planos.

Os analistas afirmam que a direção do vento poderia fazer com que nas próximas horas a nuvem siga para o sul da Polônia. EFE nt-jcb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG