Aeroporto de Sendai reabre parcialmente após tsunami

O primeiro avião a aterrissar levava em sua lateral a mensagem "Ânimo Japão

EFE |

O aeroporto da cidade de Sendai, no nordeste japonês, reabriu parcialmente suas pistas para voos nacionais nesta quarta-feira, pouco mais de um mês depois de ser arrasado pelo grande terremoto e o tsunami que devastaram a região.

A primeira aeronave a aterrissar nesta quarta em Sendai, capital da província de Miyagi, foi um voo da Japan Airlines que provinha do aeroporto de Haneda, em Tóquio, informou a agência local "Kyodo".

O avião levava em sua lateral a mensagem "Gambaro Nippon" ("Ânimo Japão"), repetida nos últimos dias em todo o país enquanto avançam os trabalhos de reconstrução após a tragédia, que deixou 13.333 mortos e 15.150 desaparecidos, segundo o último boletim policial.

O aeroporto de Sendai foi varrido pelas ondas que avançaram vários quilômetros e deixaram o terminal coberto de lodo e com as pistas destruídas, com carros amontoados uns sobre outros ou misturados com restos de aeronaves e barcas.

Por enquanto funcionam cerca de 20% das instalações do aeroporto, que ainda não conta com calefação nem reabriu seus restaurantes, segundo a Japan Airlines, que prevê enviar um voo por dia a Sendai. Já a companhia aérea All Nippon Airways (ANA) prevê desde esta quarta-feira três voos diários para Sendai.

Após o terremoto de 11 de março, o aeroporto era utilizado apenas por aviões e helicópteros das Forças de Autodefesa (Exército) do Japão e por militares americanos envolvidos nas tarefas de emergência.

Os responsáveis do terminal advertiram que ainda levará tempo até que as operações retornem à normalidade, já que a água, entre outras coisas, danificou a aparelhagem da torre de controle.

AFP
Avião aterrissa em Sendai

    Leia tudo sobre: JAPÃOTERREMOTO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG